Nikkie Wester

Netherlands

Holanda

Nikkie Wester is a Dutch concept designer with a great passion for textiles. She is committed to keeping craftsmanship alive and set it as her goal to design our future heritage together. “Textiles are pure cultural heritage. From the moment we are born to the moment we die, we are surrounded by textiles. Throughout our lives, textiles express our personality, culture, feelings and opinions. A fact that is shared all over the world."


In 2015, Nikkie Wester was asked to participate in a new design project on São Tomé, as part of the redesign the CACAU cultural centre on the island, contributing to the sustainable socio-economic infrastructure there. Under her guidance, 25 local women and men were trained for 4 weeks to weave and dye banana fibre. Together they are realising a curtain of 90 meters long destined for the interior of the cultural centre CACAU.


After completion, they can use their newly learned skills for their own economic activities and other projects, which is currently set up together with Atelier M, an initiative by local artist Kwamé Sousa. 

Nikkie Wester é uma designer conceitual de nacionalidade holandesa, com uma grande paixão por têxteis. Ela está empenhada em manter vivo o artesanato e definiu-o como o seu objectivo para projetar a nossa futura herança juntos. “Têxteis são herança cultural pura. “Desde o nosso nascimento até à nossa morte, estamos rodeados por têxteis. Através da nossa vida, os têxteis expressam a nossa personalidade, cultura, sentimentos e opiniões. Algo que é partilhado por todo o mundo.”

 

Em 2015, Nikkie Wester foi convidada para participar num novo projecto de design em São Tomé como parte do redesenho do centro cultural CACAU, contribuindo para uma infra-estrutura sócio e economicamente sustentável na ilha. Sob sua orientação, 25 mulheres e homens locais foram treinados durante 4 semanas para tecer e tingir a fibra da banana. Em conjunto, estão a criar uma cortina de 90 metros de comprimento destinada ao interior do centro cultural da CACAU.

 

Após a conclusão dessa formação podem usar as suas habilidades recém-adquiridas para as suas próprias actividades e outros projectos, o que já está acordado com o Atelier M, uma iniciativa do artista local Kwamé Sousa.