Tati, the Liberated American Woman of the 70's, 1997

© Samuel Fosso

Bem-vindo (a) ao N'GOLÁ, a 8.ª Bienal de Artes e Cultura de São Tomé e Príncipe, evento multidisciplinar que decorre de 26 de Julho à 18 de Agosto de 2019. Durante três semanas, a pequena ilha insular no Golfo da Guiné será o coração vibrante da cultura Africana contemporânea. A Bienal de São Tomé e Príncipe foi iniciada por João Carlos Silva em 1995. O objectivo desta 8.ª Bienal é conectar a comunidade de São Tomé e Príncipe com artistas, designers e curadores de todo o continente africano. O pontapé de saída será dado durante o fim-de-semana de abertura do Festival de 26 a 28 de Julho.

 

N'GOLÁ celebra o poder e a beleza das artes e cultura africanas e a forma como os artistas e designers africanos contribuem para o futuro. O evento apresenta uma geração autoconfiante de artistas africanos que agora estão a transformar de forma célere a sua cultura e sociedade. O trabalho deles é forte, elegante, bonito, imaginativo, poético, às vezes até engraçado e divertido, e ao mesmo tempo fortemente ligado às suas realidades quotidianas com todos os seus altos e baixos, aos seus passados e aos seus futuros idealizados. Vêm artistas participantes do Togo, República Democrática do Congo, Uganda, Ruanda, Quénia, Níger, Costa do Marfim, África do Sul, Senegal, Camarões, Angola, Benim, Nigéria e São Tomé e Príncipe.

 

O evento será realizado em vários locais. O espaço principal será na Casa das Artes Criação Ambiente Utopias (CACAU) que albergará uma exposição multidisciplinar das artes. Na antiga roça Roça Agua Izé e à Baià da Bô serão apresentados artistas de São Tomé e Príncipe, e a antiga fortaleza de São Jerónimo será o palco para concertos de vários artistas.

 

O fim-de-semana de abertura do Festival apresenta um programa dinâmico em toda a ilha de São Tomé. Na CACAU workshops, performances, palestras e um salão de cabeleireiro. Um desfile de moda do Sunny Dolat e do Nest Collective começará ao lado do mar e se estenderá até ao Museu Nacional.

 

A cidade de São João dos Angolares será o palco de um desfile festivo de Yves Sambu e Sapeurs de Kinshasa. O restaurante Roça São João dos Angolares oferecerá uma experiência gastronómica proporcionada por João Carlos Silva e será o ponto de partida de excursões para a floresta tropical.

 

Junte-se a nós!

 

 N’GOLÁ é contemporâneo   

 N’GOLÁ exala cultura africana

 N’GOLÁ mostra o futuro de África

 N’GOLÁ explora o ambiente

 N’GOLÁ é arte visual – moda – arquitectura – música – gastronomia – tecnologia – artesanato – natureza – Tudo em um só!

 

Espera, é muito do N'GOLÁ, não é? Desculpem-nos, mas ainda não terminamos, aguente-nos só mais um pouco...

 

O N'GOLÁ reúne comunidades locais, amantes de viagens, artistas e performers

 NGOLÁ conecta São Tomé e Príncipe ao continente africano

 N'GOLÁ desafia a criatividade de todos que vêm, visitantes e participantes

 N'GOLÁ destaca o poder da paixão, beleza e artesanato africanos

 

Já vê aonde queremos chegar? Vamos aprofundar um pouco mais…

 

CELEBRA CONNOSCO

 

Participa no fim-de-semana oficial de abertura do Festival desde a sexta-feira 26 de Julho até ao Domingo 28, de 2019 - um programa com workshops, filmes, música, uma conferência, experiências gastronómicas, performances, excursões, o lançamento da exposição e muito mais.

 

 

SOU BEM-VINDO (A)?

 

Absolutamente! Nós vamos acolher todos, desde os locais até aos cidadãos do mundo, dos artistas amadores aos profissionais, dos conhecedores aos aprendizes. Uma Bienal - como muitos eventos de arte - geralmente têm uma conotação negativa de exclusividade. Este não é um desses. Queremos transmitir um sentimento de aceitação, abertura e boas-vindas aos nossos participantes e aos nossos visitantes. Nosso objetivo é quebrar as fronteiras do mundo da arte e torná-la mais acessível a todos.

 

 

TUDO PARECE BOM E BONITO, MAS O QUE TÊM PARA OFERECER?

 

O N'GOLÁ será realizado em vários locais em São Tomé e Príncipe, além da CACAU, e inclui projetos comissionados, exposições de artes, experiências gastronómicas, excursões à floresta tropical, apresentações artísticas interativas pelos bairros da cidade, desfiles de moda, acesso a workshops locais e vários eventos musicais. Para saber mais, confira os participantes e o programa para o fim-de-semana de abertura do Festival.    

Fortia, 2017 © Lola Keyezua

 

© Image: Omar Victor Diop

Missão

N´GOLÁ, a Bienal de Arte e Cultura pretende expandir a multiplicidade de percepções que rodeiam o continente africano. Ao mesmo tempo que nos alimentamos da inspiração da história e das questões globais, nos concentramos na criação de narrativas futuras alternativas e positivas. N'GOLÁ, a Bienal de Artes e Cultura destacará o poder das artes e cultura africanas e a forma como os artistas e designers africanos contribuem para o futuro da sociedade. O evento apresentará uma geração autoconfiante de artistas africanos que estão agora a transformar de forma célere a sua cultura.

 

N´GOLÁ, a Bienal de Artes e Cultura é um lugar onde arte e diálogos inspiradores formam uma plataforma para uma humanidade mais conectada entre si. Por fim e, preferencialmente, este evento aproxima o Norte e o Sul do mundo e o resto do continente Africano, a fim de partilharem, colaborarem, serem inspirados e aprenderem um do outro. N´GOLÁ, a Bienal de Artes e Cultura proporciona um espaço democrático para os espíritos criativos da África, dedicado à compreensão e valorização da arte e cultura africanas contemporâneas.

 
 

Curadora

Renny Ramakers

Renny Ramakers é historiadora de arte, baseada em Amsterdã. Ela é co-fundadora e diretora da Droog, uma renomada iniciativa holandesa de design experimental. Em 1993, ela e Gijs Bakker deram início a Droog como uma oposição; uma mentalidade de design com os pés no chão, com um toque de humanidade, opondo-se ao mundo do design de alto estilo e com sua base na forma.
 

Atualmente o trabalho de Ramakers muitas vezes alcança além dos reinos do design. Ela criou o programa de pesquisa-e-fazer Design+Desires com o objetivo de desenvolver perspectivas novas para uma sociedade em mudança. Ela também trabalha como crítica e curadora independente, e dá palestras no mundo inteiro e tem curado vários eventos, como a enorme exibição Open Borders em Lille, que apresentou designers, artistas, arquitetos e outros criativos de ponta da Europa, e também Pioneers of Change, um festival de design holandês, moda e arquitetura na Ilha do Governador, em Nova York. Como crítica, ela contribuiu para revistas e catálogos, e escreveu vários livros. Um deles, uma autobiografia, será publicado em 2019. Ela foi denominada como uma das “150 mulheres que agitam o mundo” pela revista americana Newsweek, e recebeu as honras reais na Holanda por seu trabalho.
 

www.rennyramakers.com

Sobre Nós


O festival N’GOLÁ 2019 marca a 8.ª edição da Bienal de São Tomé e Príncipe, que está, pela primeira vez, a ser organizada como um Festival.
 

A Bienal de São Tomé e Príncipe teve o seu início em 1995 com João Carlos Silva (chef cozinheiro internacionalmente reconhecido e do restaurante Roça São João). O fim das obras e a reabertura da CACAU em 2019 coincide com um novo conceito para o evento, sublinhado pela curadora desta 8.ª Edição Renny Ramakers (co-fundadora da Droog em Amesterdão, Holanda).  

Distribuído por

Roça Mundo
cultura e desenvolvimento

Foundation

Support São Tomé
e Príncipe

Comitê de Honra

Dr Jorge Lopes Bom Jesus

The 1st Minister of São Tomé e Príncipe

Dra Maria da Graça
de Oliveira Lavres

Culture and Tourism Minister of São Tomé e Príncipe

Anne van Leeuwen

Dutch Ambassador Angola

Dr Luis Gaspar da Silva

Portuguese Ambassador São Tomé e Príncipe

Dr Miguel Reymao

The BISTP Executive President 

A Equipe

Director and founder 

of the biennial & CACAU

João Carlos da Silva

Curator N'GOLÁ Festival 2019 

Renny Ramakers

Curatorial assistance & graphic design

Joan Doyer

Project management

Chris van Bokhorst

CACAU 

Olavo Amado

Paulo Daio
Adilson Castro

Kwame Sousa

Marketing - Communication

Yev Kravt

Claire Hoogakker

Exhibition Design

Edith Gruson

PR São Tomé
e Príncipe

Katya Aragao

Production music

Enerlid Franca

(On Time Entertainment)

& Leon Ramakers

Translations

Joris Kleverlaan

 

SOBRE NÓS

Sobre Nós

Embaixadores

O time

Parceiros

CONTATO GERAL

info@ngolafestival.org

PERGUNTAS DA IMPRENSA

press@ngolafestival.org

Obtenha seu credenciamento

SIGA-NOS

     Facebook

     Instagram

     Spotify

  • Facebook
  • Instagram
  • Black Spotify Icon

© 2019 N'GOLÁ             Privacy policy